quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Comentários sobre a Prova de Literatura A (TARDE) - Segunda ETAPA UFMG 2012

Ao buscar no dicionário a definição para exílio encontramos: Expatriação, compulsória ou voluntária; DEGREDO; DESTERRO; assim o poema "Lar doce lar", de Cacaso, aponta para uma sensação de exilamento vivido como adulto distante assim de sua infância. Ao dizer "Minha pátria é minha infância" o eu lírico compara o seu sentimento de degredo adulto. Logo a infância é vista como algo tão bom como a lembrança da terra natal daquele que dela foi expulso.

Já em "Recuperação da adolescência", de Ana Cristina Cesar, mostra-se impossível a retomada da adolescência comparando-a com o ancorar navio no espaço. Uma outra leitura possível poderia que o ancorar o navio no espaço seja ainda mais difícil que recuperar a adolescência, tornando assim esta possível.


Todorov no excerto destacado faz uma reflexão sobre a ação de Colombo de nomear as coisas e os espaços de sua "descoberta". O autor questiona a intenção do ato, mesmo sabendo que tais coisas já possuíam nomes e que não apenas nomear mas marcar a posse.

A mesma reflexão feita por Todorov, sobre a chegada de Colombo à América, pode ser feita sobre o texto de Caminha, narrando a chegada de Cabral ao Brasil que apresenta as ações daqueles que aqui chegaram e passaram a nomear as coisas e os lugares. Este não era apenas um ato de identificação, mas também um ato de reafirmação da posse. Assim podemos refletir se a carta é um mero informativo ao Rei ou já a materialização da conquista portuguesa das terras brasileiras.

2 comentários:

  1. ehhhhh veyyy, achei que mandei MUITO bem =)
    ....Matheus Santos

    ResponderExcluir
  2. Dri, interpretei de maneira um pouco diferente o poema "Recuperação da adolescência" de Ana Cristina Cesar.Em minha percepção, a autora quis ressaltar a dificuldade que nós, adolescentes, temos de encontrar caminho seguro para preencher o nosso então vazio futuro.Faz sentido?

    ResponderExcluir